A IMPORTÂNCIA DOS CALÇADOS DE SEGURANÇA

maxresdefaultPara cada atividade profissional existe um risco. Assim, deve-se estar atento a escolha do calçado que será utilizado como EPI, ou seja, o tipo de proteção desejada. Usado desde a construção civil até o setor alimentício, o calçado de segurança está entre os itens de proteção individual de uso obrigatório a todos os trabalhadores em regime CLT que estejam expostos aos riscos ocupacionais (Norma Regulamentadora 6 – NR6).

Os pés dos trabalhadores são um ponto muito suscetível aos acidentes do trabalho. Os cuidados devem ser redobrados na hora de escolher o calçado, sempre levando em consideração o tipo de solado. Precisa-se verificar se os tipos de locais que o usuário se desloca constantemente é irregular, se a superfície é áspera, lisa e escorregadia,  se está seca ou molhada ou existe objetos perfuro-cortantes. O ponto crítico da proteção dos pés, no entanto, é a biqueira do calçado de segurança, pois a grande maioria dos acidentes com os pés ocorre por choque contra obstáculos na parte dianteira do calçados, que podem ser em função do surgimento de um obstáculo que o trabalhador não tenha visto, queda de algo sobre o pé ou pressão estática sobre o mesmo.

Os calçados de segurança se dividem em diversos modelos aptos a atender os riscos impostos por cada tipo de atividade. Para maior segurança dos profissionais, exija sempre do fabricante o certificado de segurança e aprovação emitido pelo Ministério do Trabalho e do Emprego (MET). Como rege a lei, o seu fornecimento e o treinamento para sua utilização estão a cargo das empresas, porém é de fundamental importância que o trabalhador reconheça sua parte nessa relação, já que é responsabilidade dele fazer seu uso correto e garantir a sua conservação a partir do momento que passa a utilizá-lo. Assim, este tipo de calçado deverá ter uma identificação (gravação, carimbo, etiqueta, etc) a partir de simbologia específica que identifica a condição de proteção.

Importante ressaltar que o calçado deve ser guardado em um local arejado, longe do calor e da umidade. As condições ideais de armazenamento são a 27°C e 63% de umidade. Fazendo isso, você evita a ocorrência de hidrólise, processo em que o calor e a umidade formam moléculas de água que reagem com os produtos químicos do solado de poliuretano, causando sua decomposição.

Certifique-se de adquirir um calçado de segurança específico para sua profissão. Escolha uma marca de qualidade, consulte alguns de nossos fornecedores.

Ficou com alguma dúvida? Entre em contato com nossa equipe técnica e tire todas as suas dúvidas.